Home / Blog / Deficientes visuais encontram melhora na condição de vida através do esporte

Deficientes visuais encontram melhora na condição de vida através do esporte

Muitas pessoas ainda se surpreendem quando escutam falar em cegos praticando esportes, assim como acontece em quase todos os outros aspectos que envolvam a vida de um deficiente visual, seja nas tarefas do dia a dia ou em qualquer outra situação. Pensando nisso, a reportagem do Cada Minuto conversou com uma estudante que perdeu a visão há mais de 14 anos e encontrou no esporte motivos para seguir em frente.

A dona de casa e estudante Mirian Caetano, de 49 anos, perdeu a visão aos 35 anos devido a um glaucoma. “Eu simplesmente acordei e não conseguir enxergar nada, só depois descobri a causa da minha cegueira”.

Mirian conta que no início foi muito difícil à adaptação e que nunca foi praticante de esportes, mas depois de conhecer a Escola Estadual de Cegos Cyro Accioly, localizada no Centro de Maceió, sua vida mudou totalmente.

A estudante disse que começou a frequentar aulas de natação logo após o diagnóstico. “Eu descobri que a minha limitação física não me impedia de praticar esportes”. Em seguida Mirian fez judô, capoeira, e atualmente faz parte da equipe alagoana de Golbol.

O Golbol é um jogo praticado por atletas que possuem deficiência visual, cujo objetivo é arremessar uma bola com as mãos no gol do adversário. Praticado em Maceió há mais de treze anos, o time alagoano atualmente composto por quinze atletas e dois técnicos já competem em outros Estados do Brasil.

De acordo com Walter Simões, um dos professores da equipe, esse ano será o terceiro em que a equipe alagoana – que é composta tanto por homens, quanto por mulheres – irá participar de um campeonato brasileiro.

Mirian revelou para a nossa reportagem que no início sofreu muito preconceito, mas que apesar de tudo conseguiu superar e seguiu enfrentando os desafios que a vida a impôs e que não vai parar por aqui. “Eu nunca pensei em desistir. A minha vida agora é muito melhor do que quando eu enxergava. Agora consigo ver o mundo de outra forma, o mundo é nosso… Temos que enfrentar nossos desafios para conseguir vencê-los”.

Fonte: Cada Minuto.

Sobre admsilvio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *